domingo, 28 de julho de 2013

Aumente o número de visitas ao seu blog

 


Aumente o número de visitas ao seu blog



Tenha um blog de sucesso seguindo essas dez táticas simples.
Penso que assim como eu muitos sonham em viver do próprio esforço, serem seus próprios chefes e, quem sabe, conseguir até certa fama com isso. A profissão de "blogueiro" parece ser um atalho para esses três objetivos. "Parece", já que, para se tornar um blogueiro de sucesso - o chamado pro blogger -, você também terá que se esforçar muito - e se estressar mais ainda. Abaixo dez táticas que, embora não sejam atalhos, podem lhe ajudar a evitar os erros mais comuns e, quem sabe assim, você consiga se destacar da ampla concorrência com certa antecipação:

1) "Blogar" não é fazer mágica
O primeiro pensamento de qualquer pessoa que quer começar um blog é como transformá-lo em uma fonte de renda suficientemente satisfatória para sustento próprio. Embora não seja errado sonhar, esse pensamento é um erro comum. Por que? Porque internet não é mágica. Embora a capacidade de transmissão de informação seja incrivelmente veloz, você vai levar muito tempo até que seu blog obtenha certa popularidade.

Será necessário que você troque links e crie uma rede de relacionamento e networking sólida, para que as pessoas entendam seu conteúdo como algo válido e que forme opiniões. Em outras palavras, você vai suar a camisa sem retorno por muito tempo. O segredo é ter paciência.

2) Faça os outros trabalharem com você
Já ouviu o ditado contemporâneo que diz que "as redes sociais são o novo boca-a-boca"? Pois é. Assim que você publicar o seu post, viralize-o. Não falamos no sentido de encher a paciência dos seus amigos do MSN para divulgarem seus links (embora isso ajude também), mas de mostrar no Twitter, Facebook e afins como aquilo que você publicou é relevante e agrega conhecimento a quem você conhece. As redes sociais estão aí para isso: updates periódicos no Twitter e Facebook são essenciais nos dias de hoje. Em outras palavras, não peça ajuda aos seus amigos: faça com que eles queiram divulgar seu material.
Use as redes sociais para divulgar seu blog
3) Não há o que monetizar aqui! Circulando...
Você montou seu blog, escolheu o layout e já configurou as páginas que você queria. E agora, o que você vai fazer? Abrir o menu do Google AdSense e inserir o código para a exibição de anúncios direcionados, não é? Bom, você não poderia estar mais errado.

A verdade é que o AdSense, que promete lhe pagar sempre que seus fundos atinjam a marca de US$ 100, não é uma boa ferramenta de monetização. Nem qualquer outra desse nicho. Os acessos ao seu blog, de início, serão tão triviais que, se você chegar à casa das centenas ao final do primeiro mês, você é um dos que tem sorte - e mesmo assim seu primeiro pagamento vai demorar a chegar.

Aqui, mais uma vez, vale a paciência. Continue postando e divulgando seu conteúdo de forma autônoma. Conforme sua rede de contatos e leitores vai crescendo, eventualmente você poderá abordar alguém para um post patrocinado e arrancar seus primeiros trocados com seu blog.

4) Defina um nicho e fique nele
Video games, música, tecnologia, fofocas, esportes ... Os assuntos que você gosta são tantos que a quantidade de pessoas que você pode atingir parece ser gigantesca. Nisso reside o problema: quem quer falar sobre tudo acaba não falando nada. Defina um tópico de abordagem - um que você tenha pleno conhecimento e estude sempre - e avance seu conteúdo na direção de um grupo que se interesse por esse assunto.

Mais além: relacione-se com o seu público. Você tem um blog sobre basquete? Por que não procurar os fóruns mais populares do assunto e discutir os temas que você aborda? Ou acessar fan pages do Facebook para mostrar seu serviço, dispondo-se a conversar com os outros membros e pedir sugestões a eles? É uma forma bastante eficaz de se construir uma rede forte de leitores e amigos.

5) Aprenda tudo o que puder sobre SEO
A parte técnica de se ter um blog é incrivelmente chata. Convenhamos: quem quer ganhar a vida escrevendo por conta própria não é lá muito disposto a ficar horas mexendo em tags e códigos de Search Engine Optimization (SEO). Mas assim como o dinheiro que você está tentando ganhar, esse é um mal necessário.

Sabia que o Google possui aproximadamente 3 bilhões de buscas feitas diariamente? Construir o SEO pode te colocar nessas buscas, o que, obviamente, é um enorme fator de direcionamento de audiência a seu favor. Atualmente, as ferramentas mais populares de blogs possuem guias para iniciantes, que explicam tudo de forma simplificada (listamos as quatro mais interessantes abaixo, todas em inglês):

Blogger's Guide to SEO
The Beginner's Guide to SEO
Wordpress Blog SEO Tutorial
SEO for Travel Bloggers

Uma boa estrutura de SEO possui diversos benefícios: separa você dos spammers, pode colocá-lo em pontos altos de buscadores e garantir que sua audiência seja do tipo "vai-e-volta" - aquela que todos nós desejamos.

6) Invista na sua imagem
Por mais amigáveis que sejam, as plataformas "Wordpress" e "Blogspot' falham em um aspecto: qualquer endereço "seublog.wordpress.com" possui uma capacidade de repelir audiência. Isso se dá pelo fato da ideia - por muitas vezes errada - de que a ausência de um domínio próprio implica em amadorismo do autor. Para piorar, os layouts padronizados de ambas as plataformas, por mais belos que sejam, são usados por muitos blogueiros, evitando que você se destaque visualmente.

Se você tem o conhecimento técnico para isso, poderá por conta própria investir na compra de um domínio e uma hospedagem (com menos de R$ 100,00 mensais você consegue fazer isso), para que você dê mais propriedade ao seu blog. Já no tocante ao design, você pode desenvolver um por conta própria ou, caso seja leigo no assunto, comprar um: empresas como ThemeForest e PremiumThemes.com oferecem layouts completos a partir de US$ 30,00. Em último caso, se estiver a fim de investir um pouco mais, contrate um webdesigner e tenha o seu próprio, exclusivo visual.

Ter um domínio próprio é sempre bom
7) Opine, mas dê o crédito
Um bom escritor sempre mostra suas fontes. Isso dá crédito à imagem do autor como alguém confiável. É mais interessante ainda se, ao invés de você copiar uma notícia, você apenas introduzí-la num texto próprio, mostrando os seus pensamentos sobre aquilo - claro, com argumentação lógica, o que dá a oportunidade dos leitores discutirem e concordarem ou discordarem de você.

8) O Google está aqui para ajudar!
O maior titã dos buscadores online possui uma série de recursos que podem auxiliar você muito mais do que a busca orgânica de resultados. Um deles, por exemplo, é o AdWords Keyword Tool. Trata-se de uma ferramenta que lhe permite pesquisar quais palavras-chave, e os sinônimos delas, possuem mais efeito para determinado assunto. Ele funciona de forma similar à busca, com opções para buscar o termo exato ou, melhor para você, a procura simples, com termos abrangentes. Usar este recurso para determinar quais palavras-chave usar no seu texto pode ser a diferença na hora que seu blog precisar saltar nos resultados de busca.

9) Está se relacionando com os outros? Então relacione-se mais!
Participação em sites de perguntas e respostas (como o Yahoo! Answers), permitir assinaturas via feed e newsletter, abrir espaço para comentários, responder os comentários - tudo isso contribui muito para que sua audiência não só cresça em números, mas também em fidelidade. Quando você permite que o leitor interaja, ele automaticamente cria uma relação de confiança com o seu blog, voltando a ele sempre que quiser buscar alguma novidade sobre determinado tema.

Sites como o Yahoo! Answers são especialmente interessantes nessas horas, uma vez que não só eles se provam uma ótima chance para você tirar dúvidas e linkar seu blog no processo, mas também servem de fonte para assuntos que você ainda não tratou.

10) Escreva para os outros e os outros escreverão para você
Conhece o termo guest blogging? Trata-se do nome dado à ocasião em que seu blog abriga o texto de outra pessoa, ou quando você escreve para outros. É uma das melhores formas de atacar audiências que, mesmo com as nove dica acima, você ainda não conseguiu conquistar. Inicialmente, é complicado convencer alguém de que você tem relevância o suficiente para escrever no blog/site dele; ou então convencer uma pessoa de que seu blog tem a audiência sedutora o suficiente para que ele queira contribuir para você. Nessas horas, amigos e contatos profissionais são de excelente ajuda. Aí vão algumas dicas para se dar bem em guest blogging:

* Pesquise os posts do blog onde você quer escrever: é muito ruim perder tempo escrevendo um texto mais extenso apenas para vê-lo afundar por falta de interesse. Tenha uma noção da abordagem que o "blog-alvo" faz e qual o público que o frequenta.

* O ideal é que seu texto tenha uma abordagem única, inédita para aquele veículo que você quer. Isso ajuda muito na hora de "vender seu peixe" e facilita a vida do dono do blog.

* Da mesma forma, quando pedir a alguém que escreva para o seu blog, tente tornar o processo muito mais simples: ofereça um tema específico, além de informações sobre as visitas do seu site. Obviamente, quanto mais leitores você tem, mais sedutora será a sua oferta.

Vale lembrar: esses são apenas dez processos de uma atividade muito maior. Se você conhece alguma dica que deixamos de abordar aqui, sinta-se à vontade para compartilhar seus conhecimentos nos comentários abaixo!

Fonte: Olhar Digital